Clube da Jardinagem

Qual o tempo de decomposição dos materiais?

segunda, 25 de fevereiro de 2019
Por Ricardo Ricchini
   
Descartar resíduos incorretamente é um desperdício e uma irresponsabilidade.
Desperdício porque todo material reciclável tem valor. Separado, limpo e organizado por tipo, torna a reciclagem um nicho de mercado viável e lucrativo.
Irresponsável porque colabora para o aumento do volume de lixo em aterros, criação e manutenção de lixões, empregos em condições degradantes, esgotamento de matérias-primas naturais e por fim, o descarte cria um processo de deseducação. Hoje, com nossos exemplos, ensinamos a jogar fora tudo que não nos interessa mais. Amanhã, estaremos criando pessoas que descartam relações e sentimentos, assim como fazem com objetos. O autoconhecimento é um importante passo para iniciarmos as mudanças que queremos no mundo.
 
Pesquisando na internet, existem diferenças sobre o tempo de decomposição dos materiais, mas como foi visto acima, isso não é o mais importante. O que precisamos é ter consciência do nosso papel de cidadão e evitar ao máximo que os materiais recicláveis sofram decomposição. Abaixo seguem algumas tabelas e informações variadas sobre o assunto. Acompanhe:
 
A MATÉRIA RECICLADA EVITA OU SE DECOMPÕE
Papel (1000 kg) O corte de 20 árvores Em alguns (ou muitos) meses
Plástico (1000 kg) A extração do dobro de petróleo Em algumas centenas de anos
Alumínio (1000 kg) A extração de 5 toneladas de bauxita Entre 100 e 500 anos
Vidro (1000 kg) A extração de 1300 kg de areia 4ooo anos

Disponível em: Setor Reciclagem