Clube da Jardinagem

Será um cacto ou uma suculenta?

segunda, 04 de setembro de 2017

Por: Raque Patro

(...) botanicamente podemos dizer que os cactos são plantas suculentas, mas nem todas as plantas suculentas são cactos. Assim, só podemos chamar de cactos as plantas da família Cactaceae. Já as suculentas em geral possuem caules, folhas ou raízes engrossados e ricos em água, de forma muito mais abundante do que em outras plantas. Elas são assim adaptadas para poderem viver em ambientes áridos, desérticos, com pouquíssima água disponível. Elas armazenam a água em seus órgãos, o que lhes confere esse aspecto túrgido, “gordinho”. Uma planta suculenta muito popular e um bom exemplo é a babosa.

Abaixo você encontra uma lista de famílias botânicas que apresentam indivíduos considerados suculentas. Ou seja, nem toda a espécie da família citada é suculenta, mas muitas são.

    Agavaceae
    Aizoaceae
    Apocynaceae
    Asphodelaceae
    Cactaceae
    Crassulaceae
    Didiereaceae
    Euphorbiaceae
    Portulacaceae

Na prática diária da jardinagem e paisagismo é comum separarmos as cactáceas das outras suculentas. Assim temos cactos e suculentas (todas as outras) usualmente divididos nas prateleiras.

As espécies mais indicadas para os iniciantes são sempre àquelas mais baratas. Adquira mudas pequenas em floriculturas, supermercados, garden centers, etc e inicie montando vasos mistos e amplos, formando pequenos arranjos com jeito de deserto. As mais resistentes vão sobreviver e se adaptar aos seus cuidados. Evite os cactos enxertados (a metade de cima é diferente da metade de baixo), pois geralmente são mais complicados de cultivar e fuja dos cactos com flores secas fincados neles – são pura enganação. Dê preferência às rosas-de-pedra (Crassulaceae) – além de várias espécies disponíveis, elas são bonitas, fáceis de cultivar e propagar e tem rápido crescimento (...).

Mudas de cactos - Foto de Cactus Mudas de Cactos - Foto de Cactus

Suculentas com rosas-de-pedra. Foto de Manuel M. Ramos Suculentas com rosas-de-pedra. Foto de Manuel M. Ramos

Disponível em: Jardineiro.Net